segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Uma Receita para a Cultura

No último entrevistão do Diarinho publicado no dia 18/12 com a escritora Marlene Dalva da Silva Rothbarth,o Conselho de Cultura foi criticado por "não dar nada certo". D. Marlene também reclamou porque: " na Comissão de Culturaa gente não é ouvida". Enquanto presidente do "Conselho Municipal de Cultura de Itajaí" quero manifestar meu profundo respeito e admiração por D. Marlene Rothbarth, que é nossa grande referência na luta pela preservação do patrimônio cultural material de Itajaí. No entanto sinto-me no dever de esclarecer alguns pontos em relação à matéria publicada pelo Diarinho no dia 18/12:
1) Em primeiro lugar, D. Marlene Dalva da Silva Rothbarth não faz parte do Conselho Municipal de Cultura, e sim o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural. Ela não é conselheira do COMUC e, portanto, não participa das reuniões do COMUC.
2) Em segundo lugar, a salvaguarda do patrimônio cultural material de Itajaí não é atribuição do Conselho Municipal de Cultura e sim do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, do qual D. Marlene era conselheira e sempre participou ativamente de sua preservação.
3)Portanto, acredito que as críticas foram endereçadas ao destinatário errado.
Qualquer conselheiro que tenha participado das reuniões do COMUC este ano sabe da luta que temos travado para adequar a legislação da área cultural de Itajaí às novas regras e necessidades da legislação federal. O Regimeto Interno do COMUC foi discutido e aprovado neste ano e as alterações à Lei de Incentivo à Cultura de Itajaí foram aprovadas pelo COMUC e já seguiram para análise e decreto do Prefeito.
Nossa gestão tem primado pelo diálogo aberto e democrático com todos os setores da sociedade, inclusive com a realização de audiência pública na Câmara de Vereadores.
Portanto, quando D. Marlene reclama que não foi ouvida no Conselho de Cultura, ela tem toda a razão, pois ela não faz parte deste conselho e sim do Conselho de Patrimônio Cultural.
Entretanto, fica aqui meu convite para que na próxima reunião do COMUC (24/01) D, Marlene abrilhante as reuniões do Conselho com sua vasta sabedoria, cultura e peculiar simpatia. Teremos enorme prazer em recebê-la nas reuniões e acolhê-la como conselheira, onde sua voz, experiente e sábia sempre será bem vinda.
Feliz natal e um 2011 cheio de paz e serenidade a todos!


Atenciosamente:

Ivan Carlos Serpa
Presidente do COMUC.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Aprovado Regimento Interno do Comuc

Ainda não inventaram nada melhor que democracia, diálogo e tolerância para o desenvolvimento social e cultural de um povo.
Foi seguindo esta filosofia que após 4 meses de intensas e "acaloradas" discussões, finalmente conseguimos oficializar o Regimento Interno do Comuc no último dia 14 de outubro através do Decreto Municipal n. 9220. Esta vitória não é deste ou daquele partido, grupo ou indivíduo mas de toda a sociedade itajaiense que conseguiu superar diferenças políticas, ideológicas e interesses particulres, demonstrando maturidade para avançar através da participação democrática da sociedade. Parabéns a todos que participaram: aos conselheiros do COMUC,à equipe da Fundação Cultural de Itajaí, ao Superintndente AG Pinheiro, ao Professor Jonas Tadeu Nunes do Observatório Social de Itajaí, a todos os artistas e produtores culturais itajaienses, à Câmara de Vereadores de Itajaí que também participou dos debates, em especial à Vereadora Susi Bellini que esteve sempre presente nas dicussões mediando conflitos e propondo soluções de consenso. Foi uma vitória de todos que amam a cultura de Itajaí e sentem-se responsáveis por ultrapassar as diferenças em nome do bem comum para toda a sociedade.


Ivan Carlos Serpa
Presidente do COMUC

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Proposta para Nova Lei de Incentivo à Cultura

O texto que segue constitui anteprojeto preparado pela Câmara Técnica responsável por encaminhar o processo de discussão sobre as alterações na Lei de Incentivo à Cultura do Município de Itajaí. As sugestões de emendas podem ser encaminhadas para o e-mail do COMUC: comuc.itajai@bol.com.br É muito importante que a sociedade participe desta discussão. O espaço está aberto a todos indistintamente, da forma mais democrática possível, não importando posições políticas, partidárias, ideológicas, doutrinárias. Esta é apenas uma proposta, um anteprojeto, devendo agora ser enriquecido por sugestões e ampla discussão das entidades organizadas e da sociedade em geral.Participe!


REGULAMENTA A LEI Nº 3.473 DE 11 DE JANEIRO DE 2000, QUE DISPÕE SOBRE INCENTIVOS FISCAIS PARA APOIO À REALIZAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS.

O Prefeito de Itajaí, no uso de suas atribuições, de acordo com a Lei nº 3.473, de 11 de janeiro de 2000, alterada pela Lei nº 4.467, de 28 de novembro de 2005, que dispõe sobre incentivos a produção artística e cultural e considerando a solicitação contida no Ofício FCI-793/2007, da Fundação Cultural de Itajaí, DECRETA:


CAPÍTULO I
DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES



Art. 1º O mecanismo de incentivo à arte e à cultura, no âmbito municipal, instituído através da Lei 3.473, de 11 de janeiro de 2000, alterada pela Lei nº 4.467 de 28 de novembro de 2005, obedecerá aos preceitos desta, bem como aos da presente regulamentação.

I. Promover a circulação de bens culturais em Itajaí
II. Oportunizar maior acesso da população aos bens culturais
III. Incentivar a pesquisa da diversidade cultural e dos processos de criação
IV. Fomentar o conhecimento e a preservação do patrimônio cultural de Itajaí
V. Contribuir para a profissionalização dos grupos culturais
VI. Alavancar o mercado cultural através da geração de trabalho e renda.

Art. 2º Para efeitos deste regulamento considera-se:

I - PROJETO CULTURAL: propostas de realização de obra, ação ou evento específico ao desenvolvimento artístico-cultural e histórico-cultural, nas seguintes áreas:

a) Música: oficina, curso, concerto, festival, workshop, seminário, mostra, show, gravação de CD e vídeo, gravação de DVD, recursos materiais e publicações;

b) Dança: oficina, curso, festival, espetáculo, workshop, seminário, mostra, performance, recursos materiais e publicações;

c) Teatro: oficina, curso, mostra, festival, performance, espetáculo, recursos materiais e publicações;

d) Circo: oficina, curso, mostra, festival, performance, espetáculo, recursos materiais, publicações;

e) Audiovisual: oficina, exibição, workshop, produção de DVD, mostra, criação de website, película, festival, radionovela, curso, vídeo, recursos materiais e publicações;

f) Artes Visuais: seminários, oficina, curso, exposição individual ou coletiva, performance, mostra e salão, recursos materiais e publicações;

g) Literatura: curso, oficina, concurso literário, publicação de livros e periódicos, sarau, recursos materiais;

h) Acervo do patrimônio cultural (assim classificado pelos órgãos competentes): preservação, reforma, revitalização e restauração de prédios, peças, bens e obras histórico-culturais, evento, curso, concurso e exposição, recursos materiais e publicações;

h) Patrimônio Cultural material ou imaterial.

i) Museus, bibliotecas e centros culturais mantidos por entidade que seja de utilidade pública: reforma, revitalização, restauração, recuperação e instalação em prédios, obras e acervos, curso, oficina, show, festival e exposições, recursos materiais e publicações;

j) Arte Popular: oficinas, exposições, cursos, apresentações, espetáculos, seminários, recursos materiais e publicações;

II - INCENTIVO FISCAL: utilização, como crédito do recurso financeiro aplicado em projetos culturais por contribuinte do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, a título de renúncia, para transferência dos valores devidos ao Município, na forma e nos limites estipulados em lei;

III - PRODUTOR: pessoa física ou jurídica residente e domiciliado, no mínimo, há dois anos no Município, diretamente responsável pelo projeto cultural, a ser beneficiado pelo incentivo fiscal;
Direito a protocolo de Projetos Culturais àqueles produtores(as) que sejam residentes e domiciliados no município de Itajaí

IV - CONTRIBUINTE: é a empresa ou profissional autônomo, inscrito no Cadastro de Contribuintes do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza de Qualquer Natureza, no Município de Itajaí, que venha a apoiar financeiramente, através de patrocínio, projetos culturais ou artísticos, previstos em Lei, na forma deste Regulamento.

V - Acrescer a Lei de Incentivo “PARECERISTAS” especializados nas áreas descritas pela referida Lei de forma mista (pareceristas: um do município de Itajaí e um de outro município)
Parecerista: especialista que emite documento assinado com data, nome e registro do profissional, sobre uma determinada situação que exija conhecimentos técnicos.
Parágrafo Único - É vedada a contemplação de recursos materiais permanentes com exceção das alíneas h e i, do inciso I.

Art. 3º Os produtores poderão contratar agenciamento técnico para a elaboração de seus projetos, desde que o valor do agenciamento não ultrapasse o equivalente a 10% (dez por cento).


CAPÍTULO II
DOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS


Art. 4º A viabilização da execução de produções culturais de que trata este Regulamento, dependerá de análise, aprovação e enquadramento pela Comissão Itajaiense de Avaliação de Projetos Culturais - CITAC, a ser nomeada pelo Prefeito Municipal, conforme disposto no art. 4º, § 1º, itens I, II, III, IV e V, da Lei Nº 3.473, de 11 de janeiro de 2000.

A criação de critérios específicos por área.

- Critérios para Avaliação:

a) Em que medida o projeto cria condições para que a população de Itajaí tenha acesso a bens culturais?

b) Em que medida o projeto contribui para o fortalecimento das identidades culturais do município de Itajaí? (o projeto valoriza espaços públicos e/ou atividades tradicionais da comunidade de Itajaí?).

c) Em que medida o projeto apresenta documentação compatível para a sua execução?

d) Em que medida o projeto se destaca, no que diz respeito a ineditismo, pioneirismo, e previsão de continuidade das ações?

e) Qual o grau de viabilidade da proposta, tendo em vista a organização do projeto? (o formulário foi preenchido adequadamente? Há coerência entre objetivos, ações, tempo previsto para realização das ações e orçamento?).

I - Pontuação: Para cada critério será atribuída nota de 1 a 5 pontos pelos avaliadores (que, no primeiro momento, farão uma avaliação individual, no segundo, uma coletiva). A classificação final de cada projeto será a somatória das notas dos 5 (cinco) avaliadores.

II – A inobservância da documentação técnica exigida no artigo 13 deste diploma legal indefere o projeto proposto.

OBS.: Em caso de empate entre dois ou mais projetos, será classificado aquele que obtiver a maior nota na somatória dos itens a, b, e. Caso o empate persista, a decisão do CITAC será soberana.

Não aprovação de reedições (abre espaço para novos proponentes)


SEÇÃO I
DO INVESTIMENTO DO MUNICÍPIO


Art. 5º O montante do valor anual do ISSQN - Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza, a ser utilizado em Projetos Artísticos e Culturais, não será inferior ao equivalente a 200.000 UFIR - Unidade Fiscal de Referência.

Parágrafo Único - Ato do Executivo fixará o montante máximo a ser destinado aos Projetos Culturais de que trata a lei, dentro de cada exercício financeiro.

Art. 6º Aos contribuintes do ISSQN, que aplicarem recursos financeiros em projetos culturais devidamente aprovados e enquadrados pela CITAC será permitido, nas condições e na forma estabelecidas no presente Regulamento, a título de renúncia, a utilização como crédito do valor aplicado para dedução de valores devidos ao Município, nos critérios e limites fixados, mediante apresentação da Autorização de Transferência e da guia bancária de depósito.

Parágrafo Único - O crédito de que trata este artigo não poderá ultrapassar ao valor correspondente a 30% (trinta por cento) do ISSQN devido pelo contribuinte a cada mês.

Art. 7º O mesmo percentual do crédito tributário inscrito em dívida ativa, desde que não oriundo de dolo ou fraude, também poderá ser aplicado em projetos culturais, na forma e condições da Lei e neste Regulamento.

Art. 8º Fica vedado o benefício fiscal de que trata a Lei, a projeto de que seja beneficiário o próprio contribuinte, substituto tributário, sócios, titulares ou sucessores.

Art. 9º Os eventos, lançamentos de produtos, shows, concertos, oficinas, concursos e cursos, inaugurações, exposições e estréias relacionadas a projetos incentivados por esta Lei deverão ser feitos obrigatoriamente a partir do município de Itajaí.

Art. 10 O valor máximo para cada projeto será de até 10% (dez por cento) do montante disponível no exercício financeiro correspondente, previsto no art. 5º deste Regulamento.

Art. 11 Não serão concedidos os benefícios da Lei a produtores culturais - pessoas físicas ou jurídicas - em débito com a Fazenda Pública Municipal.


SEÇÃO II
DO ENCAMINHAMENTO DOS PROJETOS

Art. 12 O produtor deverá preencher, em duas vias, o Formulário de Apresentação de Projetos Culturais - FAPAC, fornecido pela Fundação Cultural de Itajaí, acompanhado da seguinte documentação:

Contrato no ato da inscrição (penalidades)

Fica a Direito do artista ou proponente a escolha de um representante (por meio de declaração – procuração)

I - se pessoa jurídica de direito público:

a) cópia autenticada do cartão do CNPJ, comprovando a existência da pessoa jurídica há no mínimo dois anos;

b) cópia autenticada do documento de identidade e do CPF do representante legal da instituição;

c) cópia autenticada do termo de posse ou nomeação do representante legal da instituição;

d) relatório de atividades culturais ou artísticas da instituição nos últimos 2 (dois) anos;

e) original da Certidão Negativa de Débito para com a Fazenda Municipal;


II - se pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos:

a) cópia autenticada do cartão do CNPJ, comprovando a existência da pessoa jurídica há no mínimo dois anos;

b) cópia autenticada do documento de identidade e do CPF do representante legal da instituição;

c) cópia autenticada da ata de constituição da diretoria atual da instituição;

d) cópia autenticada dos estatutos da instituição;

e) relatório das atividades culturais da instituição nos últimos 2 (dois) anos;

f) original da Certidão Negativa de Débito para com a Fazenda Municipal;


III - se pessoa jurídica de direito privado com fins lucrativos:

a) cópia autenticada do cartão do CNPJ, comprovando a existência da pessoa jurídica há no mínimo dois anos;

b) cópia autenticada do documento de identidade e CPF do representante legal da empresa;

c) cópia autenticada do contrato social da empresa, com as alterações nos últimos 2 (dois) anos;

d) relatório das atividades culturais da empresa nos últimos 2 (dois) anos;

e) original da Certidão Negativa de Débito para com a Fazenda Municipal;


IV - se pessoa física:

a) cópia autenticada do documento de identidade e do CPF;

b) curriculum vitae que comprove a atuação no setor cultural há no mínimo dois anos;

c) original da Certidão Negativa de Débito para com a Fazenda Municipal;

d) cópias autenticadas de comprovante de residência no Município de Itajaí, sendo uma do ano de apresentação e as outras comprovando residência na cidade há pelo menos 2 (dois) anos, antes da apresentação do Projeto.

Parágrafo Único - Fica impedido da apresentação de Projetos, o produtor que não tiver prestado contas de projetos anteriormente aprovados pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, bem como não tiver concluído o projeto e/ou ter cumprido a contrapartida.

Art. 13 Os projetos propostos deverão ser apresentados com os seguintes anexos, além da documentação técnica aqui mencionada:

I - para gravação de CD, DVD e VÍDEO: apresentação de demo do respectivo projeto em CD com no mínimo 03 (três) músicas, a serem gravadas;

II - para Festival, Workshop, seminários e mostras: apresentação da programação com os nomes dos profissionais e/ou espetáculos a serem contratados para realização do projeto;

III - produção de espetáculos e performances: concepção cênica e ficha técnica indicando todas as pessoas envolvidas no projeto;

IV - exibição de vídeo, película, DVD e radionovela: apresentação da programação com os títulos a serem exibidos;

V - produção de vídeo, película, DVD e radionovela: apresentação de roteiro e ficha técnica indicando todas as pessoas envolvidas no projeto;

VI - criação de website: apresentação de "layout", conteúdo e plataforma da website proposta. Essa proposta será publicada em resolução junto com edital da abertura do prazo de apresentação dos projetos;

VII - artes visuais exposição: apresentação de portifólio com 5 fotos e/ou croquis das obras a serem expostas, local da exposição;

VIII - concurso: Apresentar regulamento;

IX - publicação de livros e periódicos: “boneco do livro”: apresentação dos textos a serem publicados;

X – preservação, reforma, revitalização, restauração: essa proposta será publicada em resolução junto com edital da abertura do prazo de apresentação dos projetos, com base no que definir o Conselho de Patrimônio Cultural de Itajaí;

XI - apresentações folclóricas e de artes cênicas: apresentar em vídeo ou DVD, parte ou todo do espetáculo, caso não seja para a produção do mesmo, nesse caso apresentar layout/memorial descritivo.


CAPÍTULO III
DA TRAMITAÇÃO NA CITAC


Art. 14 O projeto cultural encaminhado à CITAC, será protocolado na Assessoria Jurídica, da Fundação Cultural de Itajaí, recebendo numeração de processo e de ordem.

Art. 15 A CITAC analisará o projeto em seu aspecto formal de preenchimento, compatibilidade de custos orçamentários com os valores de mercado, verificação de débitos do produtor para com a Fazenda Pública Municipal, bem como da legalidade e autenticidade dos documentos acostados.

Fica vedado de participar de encaminhamento de projeto cultural o proponente que esteja em situação de pendência, inadimplência ou falta de prestação de contas em contratos e/ou convênios celebrados com a FCI.

§ 1º Se apontada à necessidade de diligência, o produtor será oficiado, devendo encaminhar posteriormente os documentos, informações complementares e/ou reparos apontados.

§ 2º No caso do § 1º, o projeto cultural somente continuará tramitando suprido, por parte do produtor, o que couber.

Art. 16 A CITAC obedecerá: os critérios estabelecidos no artigo 4º deste diploma legal.

I - a ordem protocolar;

II - a importância do projeto para a produção, garantia e difusão da diversidade e preservação da cultura;

III - a verificação dos valores orçamentários e os de mercado, decidindo sobre o valor máximo.


Art. 17 Os projetos aprovados e seus orçamentos deverão constar em portaria expedida pela CITAC e publicada no Jornal Oficial do Município, e ao produtor será expedido um Certificado de Enquadramento;

Art. 18 Da não aprovação do projeto caberá recurso à própria CITAC, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, a contar da publicação no Jornal Oficial do município, devendo esta decidir após nova análise, no prazo de 15 (quinze) dias úteis.

Art. 19 A tramitação do projeto, desde a data do protocolo até a publicação da portaria no Jornal Oficial do Município, não poderá exceder a 60 (sessenta) dias úteis, salvo justificada necessidade.

Art. 20 O Presidente da CITAC distribuirá, na ordem protocolar cronológica após análise dos pareceristas, aos seus membros, cada projeto para análise prévia e respectivo relatório.

Art. 21 É vedado à pessoa, membro da CITAC, e aos servidores da Fundação Cultural de Itajaí, apresentar projetos culturais durante seu mandato, e até 6 (seis) meses após seu término.

Parágrafo Único - Na hipótese de existirem projetos em que o proponente seja uma das instituições representadas na CITAC, o representante da mesma, durante o processo de análise e aprovação, não participará do processo.

Art. 22 O Presidente poderá convocar sessões extraordinárias específicas para atender a demanda verificada.

Art. 23 Todos os proponentes terão acesso, em todos os níveis, à documentação inerente aos projetos encaminhados.


Novo Capítulo
Das Cotas

Fica estabelecido o regime de cotas para disciplinar a distribuição financeiros dos recursos destinados a Lei de Incentivo a Cultura:

I – 20 Cotas de R$ 5.000,00
II – 10 Cotas de R$ 10.000,00
III – 10 Cotas de R$ 15.000,00
IV – 05 Cotas de R$ 30.000,00
V – 05 Cotas de R$ 40.000,00
VI – Cota livre de R$ 100.000,00 destinados aos novos egressos.


CAPÍTULO IV
DA CAPTAÇÃO JUNTO AO CONTRIBUINTE


Art. 24 O produtor, comunicado da aprovação do projeto, deverá providenciar abertura de Conta Corrente específica, vinculada à Fundação Cultural de Itajaí, na agência central do Banco do Brasil S.A., de Itajaí, em nome do projeto aprovado.

Art. 25 A Conta mencionada no artigo retro destina-se a recebimento de depósitos de valores relativos ao projeto, e só poderão ser utilizados a partir da captação equivalente a 40% (quarenta por cento) do valor total do projeto aprovado.

§ 1º O produtor deverá comprovar a captação prevista neste artigo, através da apresentação, junto à CITAC, dos respectivos extratos bancários, em até 12 (doze) meses a partir da data de expedição do Certificado de Enquadramento.

§ 2º Comprovada a captação dos recursos mínimos, prevista neste artigo, mediante apresentação de extratos bancários ou de comprovantes de depósitos bancários, a CITAC, no prazo de 3 (três) dias úteis, emitirá Autorização Para Utilização dos Recursos - APURE.

§ 3º No caso de o produtor não conseguir captar, no prazo estipulado, o equivalente a 40% (quarenta por cento) do valor total para a realização de seu projeto, havendo ou não prorrogação deste prazo, o produtor deverá providenciar o depósito dos valores captados em Conta Bancária da Fundação Cultural de Itajaí.

Art. 26 A dedução do ISSQN, na forma e nos limites estabelecidos neste Regulamento, poderá ser iniciada a partir da data em que o contribuinte depositar os valores constantes na Autorização de Transferência na conta do projeto beneficiado, podendo também fazê-lo até, no máximo 180 (cento e oitenta) dias a contar da data do referido depósito.

Art. 27 Uma via do Termo de Compromisso, que conterá dados do Contribuinte e do Produtor, depois de assinado por ambos, será encaminhada ao Secretário de Receita que emitirá, Autorização de Transferência no percentual de até 30% (trinta por cento) do valor do ISSQN a ser recolhido a cada mês pelo Contribuinte, e repassado ao Produtor, obedecendo-se os procedimentos do art. 25 deste Regulamento, respeitado o limite máximo orçamentário fixado para cada projeto, e o teto fixado para o exercício financeiro.

§ 1º O Termo de Compromisso referido no caput, será preenchido em 4 (quatro) vias, assim identificadas:

I - primeira via - do Contribuinte;

II - segunda via - do Produtor;

III - terceira via - da Secretaria de Receita;

IV - quarta via - da CITAC, nos autos do processo.

§ 2º A Secretaria de Receita, no momento em que receber a 3ª via do Termo de Compromisso emitirá em favor do Projeto a Autorização de Transferência de Valores, entregando-a ao Produtor para que este possa providenciar a captação de recursos, na forma legal.

Art. 28 O Certificado de Enquadramento referido no art. 5º da Lei nº 3.473/2000, é o documento hábil que autoriza o produtor a iniciar a captação de recursos junto a contribuintes, para a execução de seu projeto aprovado.

§ 1º A prova da captação de recursos será o depósito, pelo contribuinte, em conta corrente específica do projeto, com a juntada ao processo junto a CITAC, pelo produtor, da cópia de extrato bancário, ou de depósito bancário, devidamente autenticado.

§ 2º Na hipótese de pagamento parcelado do débito tributário, as deduções autorizadas serão realizadas por ocasião do pagamento de cada parcela.


CAPÍTULO V
DA CONTRAPARTIDA E DA PRESTAÇÃO DE CONTAS


Art. 29 Será obrigatória a vinculação na divulgação publicitária, gravada, ao vivo, impressa ou falada, ou por quaisquer outros meios, de todo projeto cultural a que se refere este Decreto, logomarca da Lei Municipal de Incentivo a Cultura, logomarca da Fundação Cultural de Itajaí, Brasão da Prefeitura de Itajaí e logomarca e do patrocínio do contribuinte, caso este não se oponha.

§ 1º Como contrapartida os produtores aprovados deverão destinar à Fundação Cultural de Itajaí:

I - no caso de espetáculos que permaneçam em temporada, 1 (uma) apresentação;

II - no caso de espetáculo de apresentação única, 10% (dez por cento) dos ingressos disponibilizados;

III - no caso de produção de CDs, DVDs, vídeos, livros, periódicos, 5% (cinco por cento) do total produzido;

IV - no caso de eventos, 10% (dez por cento) dos ingressos disponibilizados;

V - no caso de obras de artes visuais, 01 (uma) obra para o acervo da Fundação Cultural de Itajaí; do Museu de Arte de Itajaí

VI - no caso de oficinas, cursos, workshpos, 10% (dez por cento) das vagas.

§ 2º Os casos omissos neste artigo serão resolvidos entre CITAC e o produtor.

Art. 30 O prazo para conclusão do projeto cultural não poderá ultrapassar doze (doze) meses do recebimento da primeira parcela do incentivo, prorrogável por até 03 (três) meses, mediante solicitação por escrito encaminhada à CITAC.

Parágrafo Único - No caso de não conclusão do projeto, o produtor devolverá os valores captados à Fundação Cultural de Itajaí.

Art. 31 O produtor deve apresentar à Fundação Cultural de Itajaí em 2 (duas) vias a prestação de contas detalhada dos recursos captados e despendidos, comprovados através de faturas, notas fiscais, extratos bancários.

§ 1º A Fundação Cultural de Itajaí deverá encaminhar a Secretaria de Receita uma via da prestação de contas apresentada pelo produtor.

§ 2º O produtor terá até 30 dias após do término da execução do projeto para apresentar a prestação de contas respeitando o disposto artigo 29 deste Regulamento.

§ 3º O produtor que desejar apresentar novo projeto no ano subseqüente à aprovação de seu projeto, deverá apresentar a prestação de contas até 30 dias antes da data de encerramento para propositura de novos projetos, bem como a conclusão/execução do mesmo.

§ Prestação de contas pelo menos com dois meses de antecedência antes de apresentação e protocolo de novo Projeto Cultural
§ 4º O não atendimento do prazo e das exigências deste artigo impedirá o produtor de propor novo projeto, ficando sujeito ação judicial cabível, promovida pelo Município.

Art. 32 O produtor cultural obriga-se a fornecer a CITAC todo o material publicitário e promocional relacionado ao projeto incentivado, que passará a fazer parte da memória deste.

Art. 33 A CITAC e o COMUC poderão determinar vistorias, avaliações, perícias, análises e demais levantamentos que julgue necessários à perfeita observância deste Regulamento, em qualquer fase do projeto, tomando as providências que julgar necessária.

Art. 34 Ato processual daqueles produtores que não prestaram conta de projetos aprovados e que expirou o prazo, devendo a F.C.I dar encaminhamento a Procuradoria Geral do Município.(Prazo 3 anos)



CAPÍTULO VI
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS


Art. 34 A CITAC fica autorizada, a expedir normas e procedimentos necessários a alterações dos formulários a que se refere este Regulamento.

Art. 35 A utilização indevida dos benefícios concedidos pela Lei 3.473, de 11 de janeiro de 2000, bem como pelas normas deste Regulamento, mediante fraude, simulação ou conluio, por parte de produtor ou de contribuinte, sujeitará os responsáveis às penas da legislação civil, tributária, administrativa e penal vigentes, e multa correspondente a 10 (dez) vezes o valor incentivado para a execução do projeto.

Parágrafo Único - As receitas oriundas deste artigo serão depositadas em conta corrente da Fundação Cultural de Itajaí, e serão aplicados em projetos culturais a juízo desta.

Art. 36 Os projetos culturais que visem a captação de recursos na forma deste Decreto deverão ser apresentados através de FORMULÁRIO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS NA ÁREA CULTURAL - FAPAC.

Parágrafo Único - Os demais formulários necessários à tramitação perante a CITAC são:

I - Certificado de Enquadramento em 3 (três) vias;

II - termo de Compromisso em 4 (quatro) vias;

III - autorização para transferência de recursos em 3 (três) vias;

IV - autorização para utilização de recursos em 3 (três) vias;

Art. 37 Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dez Anos da Lei de incentivo à Cultura em Itajaí

Dez anos se passaram desde que o Prefeito Jandir Bellini promulgou a Lei n. 3473 de onze de janeiro de 2000 instituindo concessão de incentivos fiscais para a realização de projetos culturais em Itajaí.
Em uma década de existência a Lei Municipal de Incentivo à Cultura apoiou 630 (seiscentos e trinta) projetos nas mais variadas áreas: dança, música, teatro, literatura, história, patrimônio material e imaterial, folclore, artesanato, festivais, áudio-visuais. Atualmente Itajaí ocupa a quinta posição entre as cidades brsileiras que mais investem em cultura, sendo a segunda no Estado de Santa Catarina. Dos oitenta mil reais investidos em 2000, saltou-se para 1 milhão em 2010, representando um significativo aumento nos investimentos culturais do Município.
Passados 10 anos, é preciso alterar a Lei de Incentivo para adequá-la à nova realidade do século XXI.Em nível federal, a Lei Rouanet também está sendo alterada para garantir maior transparência e democracia aos meanismos de incentivo à cultura (PL 6722/2010) no País. Itajaí precisa também adequar-se a esta nova realidade. Por isso, o Conselho Municipal de Cultura inicia o processo de discussão sobre as alterações na Lei Municipal de Incentivo à Cultura em sua próxima reaunião (13/09), convidando a todos os conselheiros para que participem deste processo. A valorização da cultura de nossa terra depende de nossa participação e engajamento.

Ivan Carlos Serpa
Presidente do Comuc

terça-feira, 20 de abril de 2010

Primeira etapa do Projeto Motivo – Área da Música iniciou no fim de semana

Iniciou na última sexta-feira (16) e sábado (17) a primeira etapa do Projeto Motivo – Área da Música, uma parceria entre o SESC e o Conservatório de Música Popular de Itajaí. Foram 12 alunos inscritos no curso destinado a compositores de canção popular, músicos (instrumentistas e cantores) e poetas dedicados a composição popular.

O curso para formação de compositores de música popular tem 30 h/a dividas em três blocos e os conteúdos são organizados pela divisão em três eixos. 1) História e estrutura da canção popular brasileira; 2) Oficina da canção; e 3) Projeto individual. Faltam ainda mais duas etapas para fechar a carga horária, com data a definir pelos organizadores.

Como pré-requisitos para participar do curso, foi preciso aos candidatos cantar ou tocar algum instrumento musical, preferencialmente harmônico: violão, teclado ou piano e usar os conhecimentos musicais e poéticos para compor canções.

O Projeto Motivo possui propósitos educativos que diferem de uma aula de música comum, como o seu público é constituído de compositores, o projeto apresenta a proposta de “formação de repertório”. O que proporciona a vivência de todas as etapas do processo de criação da canção, do início da gestação ao registro de autoria.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

Itajaí tem representantes no CONSELHO NACIONAL DE TEATRO

A Rede Itajaiense de Teatro Itajaiense de Teatro, compartilha que a partir deste ano, por meio da Conferência Nacional de Cultura, realizada em abril em Brasília, o Estado de Santa Catarina passou a ter representantes no CONSELHO NACIONAL DE TEATRO, são eles:

Atriz Valéria de Oliveira (Itajaí / Grupo Porto Cênico) www.portocenico.com.br
Diretor Leone Silva (Jaraguá do Sul Grupo Gats) www.grupogats.com.br

É a primeira vez que Santa Catarina é incluída neste processo e estamos felizes por termos alguém de Itajaí. Compartilhamos também que na última eleição da Federação Catarinense de Teatro (FECATE) Itajaí ficou na diretoria ocupando o cargo de Direção de Projetos. Este assento é ocupado por:

Atriz Sandra Knoll (Cia Experimentus Teatrais).

E pertencem ao Conselho Fiscal os artistas:

Diretor Valentim Schmoeller (Anchieta Arte Cênica) www.anchietartecenica.com.br
Ator Luciano Estevão (Grupo Teatral Acontecendo Por Aí).

Estamos muito contentes por termos a cidade de Itajaí articulada e respeitada nessas instâncias.

Saudações Teatrais
REDE Itajaiense de Teatro

Sandra Knoll
Presidenta
__________________________________________________________________
REDE Itajaiense de Teatro / www.itajaiemcartaz.com.br / e-mail: redeteatro@gmail.com

MANIFESTO DO ARTISTA

Itajai-SC

Venho por meio desta manifestar a atual situação administrativa do Ponto de Cultura N.E.F.A (Núcleo experimental de formas animadas) e de minha participação.



Meu nome é LUIS MELO, artista plástico, cenógrafo, bonequeiro, especializado em alegorias, com mais de 15 anos de experiência na realização de projetos artísticos, realizados e executados em vários municípios do estado de SC e do Brasil. Resido em Itajaí desde 2003, quando neste mesmo ano iniciei meu primeiro trabalho na cidade através da confecção de alegorias da escola de samba Unidos de Loca, no carnaval daquele ano.
Em junho de 2006 Meu Ateliê, Luis Melo Arte, uniu-se em parceria com a Cia.Etc e Tal manipuladora de formas, na pessoa do ator Cidval Batista Junior, formando assim o projeto (N.E.F.A) Núcleo experimental de formas animadas. No ano de 2009 pleiteamos e participamos do edital de pontos de cultura do MINC, para Santa Catarina onde fomos aprovados, e elegemos o Sr Cidval, diretor da Cia.Etc e Tal manipuladora de formas como administrador, por conta de impedimentos documentais exigidos no edital, pois sou Uruguaio de nascimento, vindo para o Brasil com apenas 14 anos de idade, porém, tendo meus documentos Uruguaios.
A proposta do ponto de cultura foi idealizada com a finalidade única de prestar serviços à comunidade, para efetivar um sonho de uma arte ativa e integrada na relação com outros artistas e comunidade.
Estavam previstas no escopo do projeto, aplicabilidade de ações tais como: Maracatu, Capoeira, Teatro, Cinema, Contação de história, Música e outros, inclusive oficinas, por mim ministradas, das quais, até o momento, nenhuma destas atividades foram sequer iniciadas, tudo por ingerência e descompromisso da parte do Administrador, Sr. Cidval Batista.
Fazem exatos (03) Três meses que o Sr. Cidval não comparece ao Núcleo, paralisando todas as atividades do ponto, tendo o mesmo, inclusive manifestado intenção de transferir a estrutura do ponto de cultura para a residência em que mora para somente manter seu núcleo. E assim o foi.
O ponto até hoje não dispõe dos equipamentos necessários para o funcionamento pleno das atividades, contamos apenas com o espaço, pois os equipamentos até hoje não foram adquiridos e menos ainda dada uma perspectiva ou seja, sem explicações aparentes , uma vez que a verba já foi liberada e está na conta .
Portanto venho pedir desculpas aos senhores conselheiros artistas e comunidade que acreditaram no projeto proposto pelo meu Ateliê e a companhia ETC e Tal (N.E.F.A) pois por falta de comunicação e por força de interesse escusos do agente cultural que se propôs a fazer a gerencia do projeto, deixando a comunidade desejosa por desfrutar do projeto financiado com dinheiro publico.
Eu Luiz Melo em nome de todo o Ponto de cultura (N.E.F. A) Núcleo experimental de formas animadas, vimos a publico através deste Conselho Municipal de Cultura e da Prefeitura Municipal de Itajaí , pedir a urgente intervenção administrativa do ponto de cultura sob pena de processo administrativo pelo Ministério da Cultura questionando a capacidade de execução da proposta por parte da Secretaria de Cultura junto ao ponto de cultura.
Eu e os artistas participantes, juntos da comunidade, nos sentimos desapontados com o rumo das perspectivas apontadas no presente, onde fomos excluídos de um processo de execução do projeto nos sendo negada a participação no mesmo, inclusive, com rompimento entre nós por parte do Sr. Cidval Batista. Eu, enquanto artista emprestei todo o meu currículo para corroborar na proposta, fazendo toda uma articulação no município e me vejo agora, entre a cruz e a espada, pois meu nome esta sendo usado indevidamente por pessoas de interesses mesquinhos e egoísta.
Pedimos a colaboração de todos para que juntos possamos concretizar este sonho que é possível e que nossos artistas e comunidade tanto anseiam.
• Boletim de Ocorrência: Na reunião do conselho 21 de Dezembro de 2009 fui convidado pelo COMUC a propor projeto dentro da programação do 150 anos de Itajaí .
Foi proposto por mim, portanto, ministrar oficinas de alegorias com profissionais junto as comunidades de Itajaí para a confecção de carros alegóricos comemorativos aos 150 anos de Itajaí, projeto este, que envolveria diversos setores da sociedade como o CDL . Onde o objetivo seriam os frutos das oficinas gerados pela comunidade e transformadas em alegorias para a apresentação no desfile das comemorações do aniversario de 150 anos de Itajaí.
• Este projeto foi apreciado pela comissão e aprovado pela mesma, tendo sido modificado e desvirtuado na sua essência pelo Sr. Cidval que se propôs a me ajudar administrando o projeto quando na verdade ele me excluiu do meu próprio projeto terceirizando a execução do mesmo por pessoas de fora da cidade, sem currículo e inexperiente, me causando enorme transtorno pelo uso indevido do meu nome nas relações com os poderes públicos e comunidade, respondendo por mim sem meu consentimento, inclusive levando outra pessoa na apresentação do projeto no conselho, por nome Max Rainert, vindo de Florianópolis, sem meu conhecimento, de que teríamos esta apresentação,tudo feito em segredo, onde fiquei sabendo mais tarde que tinham aprovado o meu projeto com todas as atividades propostas por mim, quando que na verdade eu até agora não tenho nenhum conhecimento de como se esta dando o andamento muito menos participando da execução do mesmo, por falta de comunicação e de transparência do Sr. Cidval que tomou o projeto como sendo dele usando meu nome(È Como se fosse voar sem o piloto) fico constrangido que nessa fase da minha vida, com todas as minhas aspirações artística e diante de uma comunidade inteira eu tenha que passar por pessoas deste nível e admitir que demos as mãos as pessoas erradas, e me vejo obrigado a responder por tudo isso...confesso tenho minha culpa! Pois cai numa armadilha da qual me vejo em “cheque mate “. Peço a participação de todos a esta discussão e resolvamos juntos este imbróglio que não pode ser só meu.
Eu e a comunidade não merecemos esta situação que estamos enfrentando juntos, pois tenho nestes projetos, anos de pesquisa e construção de uma formação artística que vejo ruir entre meus dedos por falta de honestidade dos parceiros que se aproximaram de nós.
Sem mais para o presente momento, agradecemos a atenção dispensada e nos disponibilizamos para maiores esclarecimentos.

LUIS MELO. (N.E.F.A)
luismeloarte@hotmail.com

"Entre o rio e o mar: histórica política administrativa municipal de Itajaí de 1950-2000



(dia 20) às 20 horas o lançamento do livro do Prof. Ivan Serpa, intitulado "Entre o rio e o mar: histórica política administrativa municipal de Itajaí de 1950-2000.

Local: Museu Histórico de Itajaí (Palácio Marcos Konder)
- Rua Hercílio Luz, 681-Centro-Itajaí-SC Tel. 3348.1335

contamos com a presença de odos.
Vera Estork-FGML/CDMH

postagem Cláudia regina Telles
secretaria COMUC

segunda-feira, 19 de abril de 2010

C U R S O D E T E A T R O começa em abril


Curso de Teatro do Porto Cênico de 2010
“Princípios do fazer teatral”.

DIAS: Terças-feiras

TURMAS : matutino / vespertino / noturno.

INÍCIO: dia 20 de abril / término 20 de julho

VALORES: matrícula 25,00 / mensalidade 50,00.

INSCRIÇÕES PELO E-MAIL: portocenico@portocenico.com.br

ENDEREÇO: Rua: Benjamim Franklin Pereira / 287 / Centro / Itajaí – SC.

CONTATOS: 47 / 8404 5611 / 8406 0019 – www.portocenico.com.br

O GRUPO
Histórico
O Grupo Porto Cênico completou em março de 2009, seus 5 anos de existência. Busca um teatro experimental para aplicar os conhecimentos já adquiridos, bem como, explorar novas possibilidades artísticas e estéticas para compor e provocar o seu fazer teatral. É formado por atores oriundos de outros grupos e experiências teatrais.

Em 2009 o Grupo inicia nova montagem que se apoiará na construção de uma poética dramatúrgica colaborativa. Entre os anos de 2004 a 2008 o Porto Cênico estreou três espetáculos, a saber: “Noite”, texto de Harold Pinter, Direção Pepe Sedrez (diretor convidado) estreou em 17 de novembro; “Devoradores de Livros”, dramaturgia do Grupo, Direção Leandro De Maman, estreou em 29 de setembro de 2007. Estes espetáculos seguem em cartaz. O espetáculo “O Defunto”, texto de Renè de Obaldia com Direção Valéria de Oliveira (2005 a 2007).

O Porto Cênico tem como filosofia ser um grupo de pessoas que trabalha em longo prazo juntos, e que faz do Grupo seu lugar de pertencimento, o lugar para realizar suas vontades e projetos teatrais, em um processo de ética coletiva. Nesta dinâmica, o Grupo deseja sempre compartilhar seu trabalho, influenciar e ser influenciado por outros grupos de teatro, por outras poéticas e estéticas e, sobretudo compartilhar sua produção com os mais variados públicos e artistas em geral.

O investimento do Porto Cênico se dá também no campo da formação continuada artística, pois, acredita ser de relevante importância a implantação de processos de formação continuada para suprir a lacuna deixada pelas instituições de ensino do nosso entorno. Assim, essa é a vida do Porto Cênico, uma expressão coletiva que produz e investiga teatro e se ocupa em pensar e organizar formações para todos que desejam se desenvolver nesta arte. Nossos contatos Site: www.portocenico.com.br E-mail: portocenico@portocenico.com.br Fone: 8404-5611 / 8475-7049 / 8406-0019

Integrantes

valéria de oliveira

caroline carvalho

osmar de oliveira

paula viena

priscila demarch

I Mostra Cinema Escritas Femininas homenageia escritora e ilustradora de livros Infantis

I Mostra Cinema Escritas Femininas acontece em Itajaí nos dias 13, 20 e 27 de abril de 2010, nas terças-feiras às 19:00 horas é uma ação paralela à Exposição Escritas Femininas: dos Bordados às Agendas da artista Cláudia Regina Telles, que está disponível a visitação até 29 de abril no Hall da Biblioteca das 08:00 às 22:00 horas.
A I Mostra Cinema Escritas Femininas, exibirá gratuitamente, filmes que contam histórias de mulheres/escritoras, de como a escrita acontece em suas as e como as transforma construindo um fragmento da história da mulher na literatura.



A Mostra exibe no dia 20 de abrilde 2010 às 19:00 horas na Sala Multiuso
2 º piso da Biblioteca Central Comunitária UNIVALI/Campus Itajaí, o filme Miss Potter, escritora e ilustradora de livros infantis do Sec. XX, em homenagem ao dia do Livro Infantil celebrado em 18 de abril

sobre Helen Beatrix Potter – a Miss Potter

Helen Beatrix Potter, escritora e ilustradora britânica, foi um verdadeiro fenônemo da literatura no início do século XX, criou uma série de livros e personagens infantis que são amados até os dias atuais, além de serem adaptados para outras mídias.
Nascida em 1866, em Londres, Bea (para os íntimos) era uma garota atenta a todos os detalhes, e gostava de observar principalmente os animais. Começou a desenhar com 9 anos de idade, e escreveu histórias infantis de personagens animais, como o coelho Peter Rabbit.
Apesar do sucesso de seu trabalho, ela sempre manteve sua vida pessoal em segredo, o que não quer dizer que sua a história de Helen Beatrix Potter, não tenha sido fantástica quanto seu próprio trabalho.

A escritora viveu/teve uma história de vida, ora alegre, ora triste, como a de qualquer um de nós, mas sempre pincelada por singeleza e ternura.
O filme conta como Beatrix Potter lutava contra a sociedade da época, primeiro por não querer se casar, segundo por querer ser escritora e ilustradora. Com uma série de 23 livros infantis, Beatrix se tornou uma das autoras mais bem-sucedidas da história da literatura.
Além de ter escrito histórias, Beatrix foi uma das primeiras ambientalistas de que se tem notícia. Até o fim da vida, ela conseguiu comprar, e demarcar como zona de preservação, um área de 1.600 hectares – e isso no início do século XX.
Quanto a seu personagem mais conhecido, o livro “The Tale of Peter Rabbit” nasce em uma carta escrita em 1893 para uma criança que estava doente:
“Meu querido Noel, não sei o que escrever para você, de maneira que vou lhe contar a história de quatro coelhiinhos…”

Nasce aí uma fantástica aventura, que começa com a história pessoal de Beatrix Potter, e que perdura até hoje, com histórias e desenhos que encantam gerações.

SERVIÇO
O que? Filme “MISS POTTER” na I Mostra de Cinema Escritas Femininas
Programação da Exposição Escritas femininas: dos bordados às agendas
Disponível até 29/04/2010 no Hall da Biblioteca Central Comunitária
Quem? Artista Cláudia Regina Telles
Apoio - Setor Arte e UNIVALI/Itajaí e Cine Clube Cine Arte Poesia no Olhar
Apoio cultural - VIDEOTECA - vídeo locadora/Angeloní

Onde? Sala Multiuso 2º piso da Biblioteca Central Comunitária
Exposição no Espaço Cultural da UNIVALI (Rua Uruguai, 458 Itajaí)
Quando? dia 20 de abril de 2010 - às 19:00 horas
entrada gratuita



Sobre a exposição
“Escritas Femininas: dos bordados às agendas”
da artista Cláudia Regina Telles



Escritas Femininas: dos bordados às agendas
A exposição reúne séries de textos apresentados enquanto artes visuais, pois investiga os referenciais iconográficos do universo feminino através da escrita-desenho, escrituras que fazem as vezes de linha, de traço, com os quais constroem seus desenhos.



Sobre a artista

Cláudia Regina Telles, multiartista, natural de Luis Alves/SC, pesquisa diversas linguagem artísticas, graduada em LetraS pela UNIVALI, cursou Artes Cênicas na UDESC. Depois de andanças na busca de conhecimento, reside em Itajaí há 4 anos, onde atua como arte educadora, educadora popular, contadora de histórias, performer, artista visual.

SERVIÇO
O que? Exposição Escritas femininas: dos bordados às agendas
Quem? Artista Cláudia Regina Telles e Setor Arte e UNIVALI/Itajaí
Onde? Hall da Biblioteca Central Comunitária
Espaço Cultural da UNIVALI (Rua Uruguai, 458 Itajaí)
Quando? disponível à visitação 06 a 29 de abril de 2010 – das 08:00 às 22:00 horas

Confira outros trabalhos da artista através do Orkut Ateliê Clara Lua Cheia
e/ou no blog - www.cláudiareginatelles.blospot.com

Cláudia Regina Telles/Ateliê Clara Lua Cheia
(47) 91594220/claraluacheia@yahoo.com.br
Blog http://www.escritasfemininas.blogspot.com/

Novos conselheiros do COMUC serão apresentados à comunidade de Itajaí

COMUC
Conselho Municipal de Cultura de Itajaí

Itajaí, 18 de abril de 2010
Colegas conselheiros, artistas, artesãos, educadores,
arte educadores, gestores e produtores culturais...

O Sr. Agnaldo Pinheiro
Superintendente da Fundação Cultural de Itajaí, informou sobre a publicação da nomeação das novas representações do COMUC 2010-2011.
Jornal do Município Edição 834 de 14 de abril de 2010/pg. 16

Mediante esta informação o Sr Luiz Renato Seara da Silva, convoca a todos os conselheiros, artistas, artesãos, educadores, arte educadores, gestores e produtores culturais, para Reunião Extraordinária, dia 19 de abril às 18:30 horas, na SETUR (antigo Galão das Artes - próximo Pier Turístico.

Esta reunião extraordinária do Conselho Municipal de Cultura, acontece para a apresentação e posse dos novos conselheiros não governamentais e formação de chapa/indicações e eleição da nova diretoria do COMUC para 2010/2011.

Sege abaixo a Composição do Conselho Municipal de Cultura para 2010/2011

I – Representantes Governamentais:

- Representantes da Fundação Cultural de Itajaí
Titular: Agnaldo Pinheiro ( agepinheiro@hotmail.com )
Suplente: Josué Cleves Croda (josuecroda@hotmail.com)

Titular: Jucélio João da Silva ( juceliojoao@yahoo.com.br )
Suplente: Lenise Silva Hamm ( lenisesilva20@hotmail.com )

Titular: Rosane Martins Fernandes ( anearte7@hotmail.com )
Suplente: Juliano Trevisani ( jtreviso@hotmail.com )


Representantes da Fundação Genésio Miranda Lins
Titular: Erivelter Antonio Mafra ( eriveltermafra@itajai.sc.gov.br )
Suplente: Marco Antonio Figueiredo Ballester Junior ( ballester@itajai.sc.gov.br )

Titular: Vera Lucia Pessego Stork ( veralucia@itajai.sc.gov.br )
Suplente: Robson Rodrigo Pereira da Fonseca ( robisonfonseca@itajai.sc.gov.br )

Titular: Ivan Carlos Serpa ( ivanseropa@itajai.sc.gov.br )
Suplente: Thaylan Rodrigo Werner ( thaylan@itajai.sc.gov.br )


Representantes da Secretaria Municipal de Turismo
Titular: Maria Valdete Orci Campos ( valdeteorci@itajai.sc.gov.br )
Suplente: Darlan Hausen Martins Filho ( darlan.turismo@itajai.sc.gov.br )

Titular: Rodrigo Flamea (flamiaferrao@hotmail.com )
Suplente: Angela Aparecida Henschul ( angela_tur@itajai.sc.gov.br )

Representantes da Secretaria de Educação
Titular: Angela Martorelli (angelaeja@itajai.sc.gov.br )
Suplente: Eli Andrade da Silva ( lola.eli@uol.com.br )

Titular: Vladimir José Roslindo eventos.educ@itajai.sc.gov.br jwroslindo@hotmail.com
Suplente: Antonio João Maestri ( profmaestri@yahoo.com.br


Representantes da Procuradoria Geral do Município
Titular: Jackson Carlos da Silva ( jacksonlages@gmail.com
Suplente: Cintia Carla Fernandes Lenoir ( cintiacarlafernandes@hotmail.com

Representantes da Secretaria da Criança e do Adolescente
Titular: Fabrício Marinho ( fabriciomarinho@itajai.sc.gov.br
Suplente: Fernando Pegorini ( dirjuventude@itajai.sc.gov.br

Representantes da Secretaria de Comunicação
Titular: Ivan Rupp Bittencourt ( ivanrupp@itajai.sc.gov.br
Suplente: Adilson Amaral ( secomdir@itajai.sc.gov.br

Representantes da Secretaria de Governo, Planejamento, Orçamento e Gestão
Titular: Liliane Cristina Sarmento Sestrem
Suplente: Jean Valter Sestrem

II – Representantes das entidades não-governamentais:

Representantes do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural
Titular: Darlan Pereira Cordeiro darlan@itajai.sc.gov.br
Suplente: Silvana Pitz cultural.patrimonio@yahoo.com.br

Representantes do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Comunidade Negra
Titular: Eduardo Aparecido Moore Prado tiribaproducoes@gmail.com
Suplente: Manuel José Pereira (

Representantes da Área de Circo e Teatro
Titular: Sandra E. Knoll maltisan@hotmail.com
Suplente: Valentim Schmoeler valencena@gmail.com

Representantes da Área de Dança
Titular: Paulo Gelinski paulogelinsky@yahoo.com.br
Suplente: Rosimeri da Rosa Rocha meryrosa@meryrosa.com.br

Representantes da Área de Música.
Titular: Luiz Renato Seara da Silva renato@cvi.sc.gov.br
Suplente: Eneide Rodrigues Schoepping

Representantes da Área de Artes Visuais
Titular: Maria Regina Giacomini rgiacomini@terra.com.br
Suplente: Marlene E. S. Castro

Representantes da Área do Audiovisual
Titular: Lallo Valverde Bocchino
Suplente: Flavio Roberto Oliveira

Representantes da Área de Literatura
Titular: Éder Ari Souza de Almeida.
Suplente: Claudia Regina Telles

Representante da Área dos Artesãos
Titular: Conceição Zunino de Melo
Suplente: Helena de Almeida

Representante da Área dos Grupos Folclóricos
Titular: Silvio Jose Keunecke Ignácio de Mendonça silvioignacio@terra.com.br
Suplente: Célia Pedro rgiacomini@terra.com.br

Representante da União das Associações de Moradores de Itajaí – UNAMI
Titular: Cleunice Weth
Suplente: Janaina Aparecida Bender Soares Dias

Representante da Área dos Corais
Titular: Letícia Liberato Kikuchi Silva letliberato@yahoo.com.br
Suplente: Bruna Bernardes Coelho Pereira pekarreka@yahoo.com.br

Representante da Área de Blocos e Escola de Samba
Titular: Walter José Baião
Suplente: Odair Francisco Inocêncio

Representante do Departamento de Cultura da UNIVALI
Titular: Mônica Zewe Uriarte uriarte@univali.br
Suplente: José Ricardo Capraro ricardocapraro@hotmail.com arteecultura@univali.br



PARTICIPE!!
Toda comunidade está convidada a participar e interagir durante a reunião, o voto é reservado ao conselheiros eleitos pelas áreas artísticas e governamentais

Cláudia Regina Telles - representação literatura e secretaria COMUC - voluntária
-
COMUC
Conselho Municipal de Cultura de Itajaí

20º Festival de Dança Mery Rosa



Não deixe sua inscrição para a última hora.

As inscrições para 20º Festival de Dança Mery Rosa já estão abertas.

A data limite é 21 de maio de 2010 e muitos grupos deixam para realizar o processo só em cima da hora.

A organização do Festival Mery Rosa adverte para que isso seja feito o quanto antes, pois quanto mais perto do prazo final, maior a movimentação.

Portanto, para não haver dificuldades e até resolver pequenas questões que apareçam, o mais indicado é se adiantar.

O 20º Festival de Dança Mery Rosa será de 09 a 13 de junho de 2010.

As inscrições são realizadas no site www.meryrosa.com.br.

Para realizar a inscrição é necessário ler o regulamento e seguir os Procedimento de Inscrição clicando aqui .

Para obter mais informações, e-mail e o MSN é o ronaldo@meryrosa.com.br ou através do SKYPE ronaldo,rocha.

12º Salão Nacional de Arte de Itajaí já está com inscrições abertas



Entre as programações da Edição Especial do Festival de Inverno, promovido pela Fundação Cultural em comemoração aos 150 anos de Itajaí, está o 12º Salão Nacional de Artes de Itajaí – Poéticas Pessoais em Construção. A mostra ocorre de 21 de junho a 22 de julho de 2010, no Pavilhão de Feiras do Centreventos.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas gratuitamente, no período de 15 de abril a 15 de maio. O edital completo e ficha de inscrição estão disponíveis no site da Fundação Cultural de Itajaí www.fundacaoculturaldeitajai.com.bre no blog da Casa da Cultura www.casadacultura.wordpress.com, assim como em suas sedes estará o edital impresso. Serão considerados trabalhos inseridos nas categorias: Pintura; Desenho; Gravura; Instalação; Vídeo-arte; Fotografia; Objeto; Escultura e; Arte Pública.

O objetivo do 12º Salão Nacional de Arte está na seleção de trabalhos artísticos para a composição do Salão, visando promover um diálogo ampliado com a produção atual. Desta forma, contribuindo no mapeamento, acompanhamento crítico, difusão e expansão da diversidade da linguagem artística, possibilitando a compreensão das múltiplas linguagens das artes visuais.

O 12º Salão de Arte está aberto à participação de artistas brasileiros, residentes no Brasil ou no exterior, ou estrangeiros legalmente residentes no país. Não serão aceitas obras já premiadas em outros Salões e trabalhos realizados com materiais perecíveis ou adulteráveis, que prejudiquem a apresentação de outros trabalhos ou comprometam a integridade física do local e do público em geral.

O Salão fornecerá certificados aos artistas selecionados, em número de até 20 participantes autores de obras internas e 10 de obras externas. A seleção será feita em duas etapas por uma Comissão de Seleção composta de três críticos de arte de reconhecida competência na área das artes visuais. No máximo 30 artistas serão selecionados, independente do número de obras classificadas.

Renata Furlanetto

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Relação dos projetos selecionados na Lei Municipal de Incentivo a Cultural

Fundação Cultural de Itajaí divulga Conforme determinava o edital e cumprindo o prazo previsto e legal, a Fundação Cultural de Itajaí divulga a relação dos 93 projetos culturais aprovados na Lei Municipal de Incentivo a Cultura de 2010. O montante destinado para os projetos artísticos e culturais para este ano é de R$ 1milhão.

Na divulgação pública feita através do Jornal Oficial do Município e site da Prefeitura de Itajaí, consta o nome do projeto, do proponente e o valor a ser repassado para execução do projeto. Os contemplados também serão avisados por meio de correspondências diretas. No total foram 171 projetos protocolados nas áreas de Circo-Teatro; Artes Visuais/Popular; Literatura; Dança; Audiovisual; Música; Patrimônio.

PORTARIA Nº 001/10

DE 12 DE ABRIL DE 2010





O Presidente da CITAC – Comissão Itajaiense de Avaliação de Projetos Culturais, no uso de suas atribuições, de acordo com a Lei nº 3.473, de 11 de janeiro de 2000, alterada pela Lei nº 4467, de 28 de novembro de 2005, que dispõe sobre incentivos à produção artística e cultural, em seu artigo 17, PUBLICA os Projetos Culturais aprovados para o ano de 2010, conforme áreas de atuação:





1. III Seminário de Violão de Itajaí – Thiago Alexandre Campos ........................ R$ 20.000,00

2. Esperança – Fernanda Maria dos Reis dos Santos .........................................R$ 5.000,00

3. Natal, Ruas e Praças de Itajaí 2010 – 24ª Edição – Coro Carpe Diem ............. R$ 10.000,00

4. Prosa Fina em Byte Light Chic – Venâncio Domingos Neto ............................ R$ 10.000,00

5. Kildo – Ildo Polinski ..................................................................................R$ 8.000,00

6. Grandes Esperanças – Gerson Donato ........................................................ R$ 9.000,00

7. Cantando na Janela – Associação Cultural Cantando por Aí ............................ R$ 8.000,00

8. Banda Ou3trórya – Telmo Bonanomi .......................................................... R$ 8.000,00

9. Roteiro das Águas – Louise Lucena Schulze ................................................ R$ 15.000,00

10. Cordas Brasileiras – Ricardo Cappra .......................................................... R$ 8.000,00

11. Nasce um Leão – Fernando Knoll das Neves ............................................... R$ 8.000,00

12. Eternidade Gospel – Demétrio Bernardes ................................................... R$ 9.000,00

13. Festival Sertanejo 28º Festa Nacional do Colono – APRAI – Associação Comunitária dos Produtores Rurais e Artesanais de Itajaí .......................................................... R$ 7.000,00

14. Na Arte do Pandeiro – Fabrício de Oliveira Pitella .........................................R$ 9.000,00

15. Produção do Álbum Musical Temático ‘Bruxas’ da Trupe Sonora Casa de Orates – Euclydes da Cunha Neto............................................................................................. R$ 9.600,00

16. Festivais Anuais 2010 – IMCARTI – Instituto de Música e Canto e Arte de Itajaí ................................................................................................................. R$ 10.000,00

17. Bravissimi! – Letícia Liberato Kikuchi Silva ................................................ R$ 9.000,00

18. Wilson Coria 3 – Wilson Ramon Fernandes Coria ........................................ R$ 9.000,00

19. 2º CD da Banda NegroaVapor e Show de Lançamento – Alessandro de Araujo Primo ................................................................................................................. R$ 9.000,00

20. Bateria Mirim – Francisco Luiz da Silva Cardoso ..........................................R$ 6.500,00

21. Oficina, Shows e Espetáculos sobre a obra de Gilberto Gil – Mariana da Silva Monteiro Stimamiglio ................................................................................................ R$ 8.000,00

22. O descortinar da música no ensino fundamental – Arnou Teixeira de Melo Filho ................................................................................................................. R$ 5.000,00

23. Coral Itajaí 150 Anos – Paulo Roberto Domingos ....................................... R$ 12.300,00

24. Sonhos Possíveis – Associação Proarte de Itajaí ........................................ R$ 10.500,00

25. CD – Gerando Sonhos – Daise Olga Honório ........................................ R$ 9.000,00

26. Espetáculo Musical Árias e Coros de Óperas 4º Edição – Associação Coral Vozes do Vale ................................................................................................................. R$ 15.000,00

27. 4 Estações – Temporada 2010 – ADMITA – Associação Dramático Musical de Itajaí ................................................................................................................. R$ 15.000,00

28. Raul Misturada: Artista Brasileiro – Espetáculo de Lançamento do CD – Paulo Giovanni Sagaz ........................................................................................................ R$ 7.000,00

29. Memórias do Mar – Márcio José de Moraes ................................................ R$ 8.000,00

30. Pode Chegar – Alessandro Rodrigues ....................................................... R$ 8.000,00

31. Itajazz/2010 – Osmar Shulze (Peninha) ................................................... R$ 20.000,00

32. A Dança Gaúcha como Inclusão Social - Lauri Carlos Piva ............................ R$ 6.000,00

33. Dança dos Povos – Gisele Pinheiro Souza .................................................. R$ 9.000,00

34. Aníbal Dance Representando Itajaí nos Festivais – Luciane Budal Arins.......... R$ 6.000,00

35. Show de Patinação: GREASE, nos tempos da Brilhantina – Clube de Patinação Rodas de Ouro .......................................................................................................... R$ 8.000,00

36. Dança para a Melhor Idade – Deise Regina Guello ...................................... R$ 9.000,00

37. Millenium nos Festivais – Amarildo Oliveira Braga....................................... R$ 9.500,00

38. Dançando e Vivendo – Paulo Cesar Gelinsky .............................................. R$ 9.500,00

39. 20º Festival de Dança Mery Rosa – Rosimeri da Rosa Rocha ........................ R$ 13.690,00

40. VI Festival de Dança Abydos de Itajaí – Liziane Bortolatto ........................... R$ 9.000,00

41. Itajaí HIP HOP Session 3ª Edição – Milene Solange Faustino ........................ R$ 9.000,00

42. Conscientização Teatral – Cidval Francisco Batista Junior ............................ R$ 16.650,00

43. O Riso que corre entre as pedras – Charles Augusto de Oliveira ................... R$ 7.480,00

44. 4º Itajaí em Cartaz – Mônica Andréia Longo .............................................. R$ 34.817,00

45. Estação 5 – 5 anos de Andante – Cia Andante Produções Artísticas .............. R$ 16.232,00

46. Campanha Popular do Teatro – 25 anos de Teatro Popular em Itajaí e SC – Anchieta Arte Cênica ....................................................................................................... R$ 10.000,00

47. Campanha Arte nos Pátios – CÁLICE – Expressão de Arte – Cia de Teatro...... R$ 14.800,00

48. The Headcutters – Arthur Garcia .............................................................. R$ 8.000,00

49. Estrada e Vários – Tânia Mikaela Garcia .................................................... R$ 10.000,00

50. Registros em lápis de nossa memória – Luiz Homero F. Uberti ......................R$ 10.000,00

51. Encanto Catarina – Roberto Parisi ............................................................ R$ 10.000,00

52. Entre a Areia e o Mar – Ricardo Rocha Passos ........................................... R$ 10.000,00

53. Música e Dança – Capoeira – Marlene Sachuk ........................................... R$ 5.000,00

54. Lusitando – Célia Pedro .......................................................................... R$ 15.000,00

55. O caso Panther – Lallo Valverde Bocchino ................................................. R$ 15.000,00

56. DVD ao Vivo Cassiano Baggio – Cassiano Baggio........................................ R$ 10.000,00

57. Valorizando o Carnaval – Marcelo Waldemar Fernández Forte........................ R$ 5.736,00

58. Meninos do Samba 2010 – Sociedade Beneficente Escola de Samba Imperador da Cidade Nova .......................................................................................................... R$ 7.400,00

59. 6º Festival Estadual de Terno de Reis Cantores da Paz – Zenizette Domingos Ignácio de Mendonça .................................................................................................. R$ 18.000,00

60. Boi-de-Mamão EDUXI/ CANTORES DA PAZ – Priscila Regina Reges .............. R$ 5.000,00

61. Lapinha do Menino Jesus – Edson Santana ................................................ R$ 4.380,00

62. HISTORIARTE – Itajaí 150 anos – Valmir Mauro dos Santos ......................... R$ 8.000,00

63. Arte e Idéia com Quilling – Carlos Lessa Bicudo .......................................... R$ 5.000,00

64. CARNABRAVA – O Grande Encontro – Ciro Renato Rebelo ............................ R$ 6.000,00

65. Exposição de Escultura e Entalhe em Madeira do Artista Cesar da Hora – Jussanete da Costa Vargas............................................................................................... R$ 8.000,00

66. VII Seminário de Artes Plásticas – 150 anos de Itajaí – AAPI – Associação dos Artistas Plásticos de Itajaí ....................................................................................... R$ 15.000,00

67. Espetáculo Popular – Centro Comunitário Dom Bosco ................................. R$ 15.240,00

68. Colcha de Retalho: Costurando Romero Britto – José Eloy de Souza.............. R$ 10.000,00

69. Terno de Reis nos Bairros de Itajaí – Maria Walderes Cardoso Sestrem ......... R$ 8.000,00

70. Graffiti na Escola 2 – Adrian Heberto Guzmán de Asis ................................. R$ 6.000,00

71. A Visão Feminina da Arte em Itajaí na Época da Repressão – Flávio Luiz Barbosa Ribeiro .................................................................................................................. R$ 5.600,00

72. Minha Vida Continua – Ingelora de Oliveira ................................................ R$ 5.000,00

73. Palavrá-Rio É o Porto da palavra, Lugar onde nada a língua – Marcelo de Lima Morais ..................................................................................................................R$ 35.000,00

74. Porto de Itajaí: Sua História – AAMHAPI – Associação de Amigos do Museus Histórico e Arquivo Público de Itajaí .............................................................................. R$ 20.000,00

75. Entre Quatro Paredes – Rosane Flores da Costa ......................................... R$ 6.000,00

76. Outras Histórias de Pescador – Nilson José de Borba ................................... R$ 8.000,00

77. Caelum: Reduzir, Reciclar, Reutilizar e Refinar – Mauro Sérgio Santos ........... R$ 6.000,00

78. Itajaí em Crônicas – Marlene Dalva da Silva .............................................. R$ 15.000,00

79. A cidade vista do Rio – José Sidnei Silveira Junior ....................................... R$ 5.000,00

80. Os nossos Anos Dourados – Itajaí Vol. II – Sebastião Armando dos Reis ....... R$ 10.000,00

81. O Anjo da Asa Quebrada – Maria Beatriz Kumm ......................................... R$ 8.000,00

82. Palavra Muda, Oficinas e Apresentações – Leandro Luiz de Maman ................ R$ 8.000,00

83. Contos de Encantos – Charles Alexandre Souza Armada .............................. R$ 5.165,00

84. Nas Terras de Euterpe – Nilson Weber ...................................................... R$ 10.000,00

85. A História da Deficiência Física em Itajaí e suas Representações Sociais – Jean Carlos Reinert ...................................................................................................... R$ 10.650,00

86. Encontro Itajaiense de Contadores de Histórias – NHOC Cia Artística ............ R$ 10.000,00

87. Prevenindo com Poesia – João da Cruz Ramos Filho – JC Ramos ................... R$ 4.500,00

88. Escritor na Escola – Álvaro Castro ............................................................ R$ 5.000,00

89. Revista Cultura Cultuar – referenciando a Arte de Itajaí – Anderson Davi de Oliveira .................................................................................................................. R$ 5.000,00

90. Esporte e Lazer no Contexto Itajaiense – Edegilson de Souza.........................R$ 8.000,00

91. Itajaí 150 anos – Retratos – Freguesia Produção Cultural Ltda...................... R$ 14.760,00

92. Revitalização Casa Burghardt – Alexandra Rodriguez Garcia ........................ R$ 80.000,00

93. O Exemplo de Restauração nas Obras de Dide Brandão – Ewa Hamsa Jureczko-Weber .................................................................................................................. R$ 7.000,00



Itajaí, 12 de abril de 2010.

Agnaldo Pinheiro

Presidente da CITAC

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

postagem secretaria COMU

Salão de Arte Elke Hering de Blumenau

Galeria Municipal de Arte reabre com exposição “Do Conceito e da Afeição”



Depois de permanecer fechada para manutenção e reparos, a Galeria Municipal de Arte, anexa a Fundação Cultural de Itajaí, reabre na próxima sexta-feira (16), às 16h, com a abertura da exposição “Do Conceito e da Afeição”. A mostra é da Associação de Artistas Plásticos de Joinville – AAPLAJ e os artistas que fazem parte são: Edgard Bessa, Gleici Kannenberg, M. Wresinski, Franzoi, Josi Li, Sonia Rosa, Luiz Hille e Tirotti, com Curadoria de Jayro Schmidt.

O evento conta ainda com apresentações musicais dos acadêmicos do 7° Período do Curso de Licenciatura em Música da UNIVALI. A partir das 14h, também na Galeria, artistas e acadêmicos farão uma conversa sobre as Linguagens da Arte.

De acordo com o curador, o conceito diz respeito à formação e à comunicação de ideias, no qual e nos referidos artistas, a afeição está subentendida conforme as suas experiências e vivências, isto é, o vínculo sentimental de cada um deles com o mundo.

Do Conceito e Da Afeição é um projeto aprovado no Mecenato de Incentivo à Cultura. As obras que compõem as seis exposições itinerantes retratadas nesse catálogo são resultado do trabalho de oito artistas joinvilenses, selecionados pelo curador Jayro Schmidt. Além de Itajaí, a exposição passa pelas cidades de Jaraguá do Sul, Blumenau, Balneário Camboriú, Florianópolis e Joinville.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br
Postagem Cláudia Regina Telles Secrtaria COMUC

Estética do clown invade palcos alternativos de Blumenau



A proposta do L.E.G.U.M.E. palhaços descentraliza as apresentações em abril

“Faca de dois (le)gumes” é o primeiro espetáculo do L.E.G.U.M.E. palhaços. Fundado em 2008, o grupo realiza intervenções nas cidades de Blumenau e Itajaí com o objetivo de estabelecer o diálogo com o público. A arte irreverente e espontânea que conquista as ruas é apresentada neste espetáculo teatral com a linguagem cômica, crítica e poética do clown (palhaço).

Além do entretenimento, o espetáculo visa uma comunicação com o público despertando a reflexão sobre o amor e sua característica de faca de dois gumes. A relação entre os palhaços Pimentão e Abobrinha revela que quando se trata deste sentimento, ao mesmo tempo em que alguém fere, pode também sair ferido.

Nos próximos três finais de semana de abril, as questões de caráter social e humanístico presentes do trabalho do L.E.G.U.M.E. palhaços percorrem palcos tradicionais e alternativos de Blumenau. Nesta primeira temporada, “Faca de dois (le)gumes” será apresentada no bairros Vila Itoupava, Fortaleza e Centro.

A estréia da peça será na comunidade da Vila Itoupava, na Igreja São João Batista no dia 16/04, às 20h, e nos dias 17 e 18/04 às 18h. Depois a atração segue para o Centro com apresentações nos dias 23, 24 e 25. A temporada “Faca de dois (le)gumes” encerra no bairro Fortaleza, nos dias 30/04 e 01 e 02/05.

“Faca de dois (le)gumes” é um espetáculo montado com incentivo do Fundo Municipal de Apoio a Cultura de Blumenau. O elenco é formado pelos atores do grupo L.E.G.U.M.E. palhaços Charles Augusto e Ana Carolina Peres Batista. A direção é assinada pelo ator da Cia. Carona, Fabio Hostert. O valor do ingresso é R$ 10,00. A meia-entrada para estudantes, idosos e crianças custa R$ 5,00. A classificação do espetáculo é livre.

FICHA TÉCNICA

Direção: Fabio Hostert

Atuação: Charles Augusto e Ana Carolina Peres Batista

Dramaturgia: L.E.G.U.M.E. palhaços

Sonoplastia: Lúcio Locatelli

Figurinos: Vanessa Neuber

Cenografia: Enzo Monti


L.E.G.U.M.E. palhaços:
Fundado em 2008, pelos atores Charles Augusto e Ana Carolina Peres Batista, o grupo L.E.G.U.M.E. palhaços propõe uma reflexão sobre questões de caráter social e humanístico, buscando em si mesmo e no mundo a sua volta materiais para essa reflexão e composição do trabalho cênico.

O principal objetivo do L.E.G.U.M.E. palhaços é estar em constante diálogo com o público pesquisando espaços cênicos e a sua relação com o palhaço/platéia. O trabalho valoriza a busca pelo aperfeiçoamento da arte de palhaço.

Com a atuação a partir das cidades de Blumenau e Itajaí, o L.E.G.U.M.E. palhaços apresenta uma opção desta linguagem teatral para espaços cênicos convencionais e inusitados. O grupo visa fomentar o gosto por esta arte sutil e nobre, sempre em diálogo com os artistas que, assim como os palhaços Pimentão e Abobrinha, se interessam pelo universo do clown.

Mais informações com L.E.G.U.M.E. palhaços:

Charles Augusto – Itajaí (47) 8809-6193

Ana Carolina Peres Batista – (47) 8436-3781

www.legumepalhacos.blogspot.com


Att. Oliveira Junior – (47) 9928-8648

MTb/SC 2464 JP

Fundação Genésio Miranda Lins divulga Edital para Anuário de Itajaí - 150 Anos



A Fundação Genésio Miranda Lins lança um edital especial para publicação do Anuário de Itajaí – 150 anos, em comemoração ao aniversário do Município, comemorado em 15 de junho deste ano. A Fundação receberá trabalhos para serem analisados pelo Conselho Editorial do Anuário no período de 12 de abril a 14 de maio de 2010.

O periódico “Anuário de Itajaí - 150 Anos” aceita depoimentos e crônicas relacionados à cidade de Itajaí e os trabalhos devem ter no máximo cinco páginas e, no mínimo, uma. O edital completo com todas as normas a seguir pode ser conferido no site da Fundação Genésio Miranda Lins www.fgml.itajai.sc.gov.br.

Os trabalhos deverão ser encaminhados para a Fundação Genésio Miranda Lins - Centro de Documentação e Memória Histórica, situado na Rua Lauro Müller, 335, Centro, Itajaí-SC, CEP 88301-400, endereçado ao Conselho Editorial do Anuário de Itajaí - 150 Anos.

O Anuário de Itajaí é uma publicação anual da Fundação Genésio Miranda Lins que tem por objetivo divulgar trabalhos relacionados à cidade de Itajaí e região.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Grafiteiros de Itajaí e região fazem exposição ao ar livre neste sábado

No próximo sábado (17), os tapumes em frente à Casa da Cultura Dide Brandão vão ganhar um colorido especial. Isso porque grafiteiros de Itajaí e região irão desenvolver suas técnicas de grafites no local, que terá o trabalho exposto por tempo indeterminado. A exposição de grafites é uma iniciativa do SESC Itajaí, decorrente do Graffiti Pretexto – 1º Encontro de Itajaí e Região.

A mostra ocorre das 9h às 17h e tem o apoio da Fundação Cultural de Itajaí, através da Casa da Cultura. Fazem parte da exposição grafiteiros profissionais de Itajaí, Camboriú, Balneário Camboriú, Florianópolis, Blumenau, Joinville, Curitiba, São José e até do exterior, todos convidados pelo SESC. Durante o dia haverá também a apresentação de um DJ ao som de Hip Hop, em frente a Casa da Cultura Dide Brandão.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

Feira de Artesanato está presente na Convenção da Igreja Quadrangular



O grupo de artesãos de Itajaí expõe seus trabalhos durante a 59ª Convenção Nacional da Igreja do Evangelho Quadrangular, que acontece de 13 a 15 de abril no Centreventos. A feira de artesanato está montada na Cabana do Pescador, das 8h às 23h, com os mais variados produtos.

Os trabalhos vão desde enfeites, tapetes, acessórios como brincos, colares, chaveiros e chinelos, até sabonetes artesanais, peças para cama, mesa e banho em todos os estilos: crochê, pintura, arte aplicada, entre outros.

Diariamente, as feiras acontecem na loja de artesanato no Mercado Público e ainda no Camelódromo de Itajaí. Já as feiras mensais na Rua Hercílio Luz, em frente à Casa da Cultura Dide Brandão, possuem um calendário específico ou acontecem em datas comemorativas, como Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Natal e ainda nas festas locais como Festa do Colono e Marejada. A próxima feira mensal será nos dias 05, 06, 07 e 08 de maio, especialmente para o Dia das Mães.

Galeria Municipal de Arte reabre com exposição “Do Conceito e da Afeição”

Depois de permanecer fechada para manutenção e reparos, a Galeria Municipal de Arte, anexa a Fundação Cultural de Itajaí, reabre na próxima sexta-feira (16), às 16h, com a abertura da exposição “Do Conceito e da Afeição”. A mostra é da Associação de Artistas Plásticos de Joinville – AAPLAJ e os artistas que fazem parte são: Edgard Bessa, Gleici Kannenberg, M. Wresinski, Franzoi, Josi Li, Sonia Rosa, Luiz Hille e Tirotti, com Curadoria de Jayro Schmidt.



O evento conta ainda com apresentações musicais dos acadêmicos do 7° Período do Curso de Licenciatura em Música da UNIVALI. A partir das 14h, também na Galeria, artistas e acadêmicos farão uma conversa sobre as Linguagens da Arte.

De acordo com o curador, o conceito diz respeito à formação e à comunicação de ideias, no qual e nos referidos artistas, a afeição está subentendida conforme as suas experiências e vivências, isto é, o vínculo sentimental de cada um deles com o mundo.

Do Conceito e Da Afeição é um projeto aprovado no Mecenato de Incentivo à Cultura. As obras que compõem as seis exposições itinerantes retratadas nesse catálogo são resultado do trabalho de oito artistas joinvilenses, selecionados pelo curador Jayro Schmidt. Além de Itajaí, a exposição passa pelas cidades de Jaraguá do Sul, Blumenau, Balneário Camboriú, Florianópolis e Joinville.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

postagem Cláudia Regina Telles secretaria COMUC
fonte e texto da Assessoria de imprensa da Fundação Cultura de Itajaí

GOVERNO FEDERAL / MINISTÉRIO DA CULTURA PREMIA PROJETO AFRICANIDADE PARA JUVENTUDE AFRO-DESCENDENTE EM NOVA VENÉCIA - ES.

GOVERNO FEDERAL / MINISTÉRIO DA CULTURA PREMIA PROJETO AFRICANIDADE PARA JUVENTUDE AFRO-DESCENDENTE EM NOVA VENÉCIA - ES.

A Juventude Afro-descendente de Nova Venécia - ES será contemplada com o Projeto AFRICANIDADE. Uma iniciativa da Dançarina JUSSARA SANTOS (Grupo The Best Dance), que idealizou as ações e serão beneficiados mais de trezentos (300) jovens afro-descendentes através de Oficinas do Movimento de HIP HOP, com RAP, GRAFITTI, BRAKE, DJ, MC, VJ, BASQUETE DE RUA. Movimento de ARTES CÊNICAS: Oficinas de Dança Afro, Capoeira, Maculelê, Teatro de Rua, Dança de Roda, Street Dance. Além de promover um novo curriculum através da difusão da Lei 10.639 de 09/janeiro/2003, que tornou-se obrigatório a inclusão, no currículo das escolas de ensino fundamental e médio (públicas e privadas) o estudo da História e Cultura Afro-brasileira.

O Projeto AFRICANIDADE objetiva incentivar a implementação de políticas públicas para a juventude em vulnerabilidade social, através de ações de formação continuada para desenvolvimento local. Além de uma oportunidade para a juventude descentralizar a política de fomento da produção sociocultural e artística, possibilitando que artistas, grupos artísticos e produtores tenham incentivos para a realização de seus projetos na Região do Semiárido Capixaba.
O Projeto AFRICANIDADE foi premiado nacionalmente pelo GOVERNO FEDERAL / MINISTÉRIO DA CULTURA através do EDITAL PROGRAMA MAIS CULTURA DE APOIO A MICROPROJETOS CULTURAIS, (Regulamentado pelo Decreto nº 6.226, de 04 / 10 / 2007), promovido através da SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL - SAI, Fundação Nacional de Artes – FUNARTE, Programa Mais Cultura, BANCO DO NORDESTE, Instituto Nordeste e Cidadania, SECULT-ES, para os municípios integrantes da REGIÃO DO SEMIÁRIDO CAPIXABA.

As Oficinas serão gratuitas a jovens de 17 a 29, que desejarem trocar experiências com as diferentes linguagens. O projeto será implantado através de parcerias estratégicas com órgãos públicos, empresas e comunidades organizadas. Em breve com a conclusão das atividades iniciais, serão abertas inscrições para a juventude, com divulgação do dias, horários e locais.
Mais Informações através do Tel.: (27) 9951-9050. (27) 98336769
Assessoria de Produção e Intercâmbio: Armando Mecenas
http://groups. yahoo.com/ group/africanida de_brasil

Totem de informações do Circuito de Cicloturismo é instalado em Itajaí



Foi instalado nesta segunda-feira (12), em Itajaí, o Totem de informações do Circuito de Clicloturismo da Costa Verde & Mar. O monumento informativo está localizado na Avenida Beira Rio, em frente ao trapiche. Além de Itajaí, os demais municípios participantes da rota do Cicloturismo também foram beneficiados com o Totem.

O Totem é instalado em cada cidade em um ponto que compreende o percurso do circuito, e traz dados de referência e localização sobre a rota do circuito para o participante. Em cada cidade o ciclista poderá pegar, também, um selo das etapas cumpridas e ao concluir todo o circuito trocará por uma camiseta simbolizando sua participação no Cicloturismo.

O Cicloturismo Costa Verde & Mar é uma proposta turística onde o visitante pode conhecer de bicicleta o litoral norte de Santa Catarina, passando por tranquilas cidades. Ao mesclar trechos do litoral com o interior, o circuito oferece grande diversidade de paisagens e conhecimento ao turista, que tem a oportunidade de ver a história da região.

O percurso possui um total de 270 km , com preferência por estradas de terra e vias urbanas. O trajeto pode ser feito em seis dias, passando pelos 11 municípios compreendidos pela AMFRI, sendo oito no litoral: Bombinhas, Porto Belo, Itapema, Balneário Camboriú, Itajaí, Navegantes, Penha e Balneário de Piçarras. Já no interior os municípios são Luis Alves, Ilhota e Camboriú.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

Poesias podem ser publicadas no Portal Itajaí 150 anos

O Portal Itajaí 150 anos está aberto à contribuição do cidadão itajaiense. Você que é poeta ou apenas gosta de se expressar através de poesias poderá ter seu trabalho divulgado no portal, através do link “Poesia do Dia”. A cada dia um novo poema irá compor o espaço, engrandecendo ainda mais o portal, criado para marcar a comemoração dos 150 anos de Itajaí.

O endereço do portal é o www.150anos.itajai.sc.gov.br.

Nesta terça-feira (13), a poesia foi de Arnaldo Brandão, com o título “Rio Itajaí”.

Rio Itajaí

Céu azul, as margens verdes

E a águas vivamente amareladas.

Esta é a longa bandeira

Que se a desprende do alto da terra

E vem, graciosamente, encontrar-se com o mar...

Por ela deslizam touças de aguapés

E pelas suas ribanceiras florescem aleluias

E se debruçam salgueiros chorosos...

Rio corre por sobre as pedras

E foi, assim que o chamaram

Os primitivos guaranis

Rio caudaloso e longo

Por onde sobem e descem

Pequeninas embarcações

A brisa que sopra no Vale

Faz ondular, com elegância,

Os imensos canaviais...

E os arrozais dourados pelo sol da manhã

Nas tuas margens, grande rio,

Cidades e aldeias se reclinam,

Para mirar nas tuas águas

As torres das suas igrejas

E as flores dos seus jardins.

...e o rio, correndo e saltando

por sobre as pedras

vem se arrastando.

até encontrar-se com o mar.

Aí, então, os dois se abraçam,

Nasceu a cidade de ITAJAÍ!

Arnaldo Brandão

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

terça-feira, 13 de abril de 2010

Orquestra de Câmara de Blumenau se apresenta em Itajaí na próxima quinta-feira



A “Orquestra de Câmara de Blumenau e a Música Germânica” estarão em apresentação única em Itajaí na próxima quinta-feira (15), no Teatro Municipal. O espetáculo com cerca de 40 integrantes e duração de uma hora será a partir das 20h, com entrada gratuita. Os ingressos devem ser retirados com antecedência na bilheteria do Teatro e a classificação etária é a partir de sete anos de idade.

A Orquestra de Câmara de Blumenau, fundada em 1981, surgiu da necessidade de difusão da música erudita, com grandes obras de compositores germânicos no Brasil, como: Bach, Haendel e Mozart. Isso porque, o Estado de Santa Catarina, principalmente o município de Blumenau foi colonizado por imigrantes alemães, que tinham poucos recursos para perpetuar a prática da música erudita na região.

E isto evidencia a carência do estado em se aprofundar nas raízes culturais e musicais de seus colonizadores, sendo este o objetivo da Orquestra de Câmara de Blumenau. O início de sua trajetória foi apoiada por empresas privadas, levando o nome da cidade sede e do Estado para os principais palcos nacionais e internacionais.

Atualmente a Orquestra assume um compromisso profissional, focado na retomada da qualidade e da estabilidade de seus músicos para criar uma identidade própria dentre as orquestras brasileiras.

Renata Furlanetto
Jornalista DRT SC 02836-JP
FCI - Fundação Cultural de Itajaí

(47) 3349-1516
(47) 9911-7765
www.fundacaoculturaldeitajai.com.br

postagem Cláudia Regina Telles
secretária COMUC


--
COMUC
Conselho Municipal de Cultura de Itajaí
e-mail – comuc.itajai@gmail.com
blog –comucconselhomunicipalculturaitajai.blogspot.com/
confira fotos e agenda no ORKUT

segunda-feira, 12 de abril de 2010

I Mostra Cinema Escritas Femininas

a mostra acontece paralela a
Exposição Escritas Femininas: dos Bordados às Agendas
da artista Cláudia Regina Telles (disponível a visitação até 29 de abril no Hall da Biblioteca)
A I Mostra Cinema Escritas Femininas, exibirá gratuitamente, filmes que contam histórias de mulheres/escritoras, de como a escrita acontece em suas vidas e como as transforma
Sala Multiuso da Biblioteca Central Comunitária da UNIVALI/Campus Itajaí nos dias 13, 20 e 27 de abril de 2010, nas terças-feiras às 18:30 horas



realização
Cláudia Regina Telles - Ateliê Clara Lua Cheia (47) 91594220
claraluacheia@yahoo.com.br - www.http://escritasfemininas.blogspot.com

apoio
Setor de Arte e Cultura UNIVALI/Biblioteca/UNIVALI e Cine Clube Cine Arte Poesia no Olhar

Apoio cultural
VIDEOTECA - vídeo locadora/Angeloní

Programação Integral

13/04 - Adoráveis Mulheres
EUA, 1994
titulo original: (Little Women)
direção: Gillian Armstrong
atores: Winona Ryder , Gabriel Byrne , Trini Alvarado , Samantha Mathis , Kirsten Dunst
duração: 114 min
gênero: Drama
20/04 - Miss Potter
EUA, Inglaterra, 2006
direção: Chris Noonan
atores: Renée Zellweger , Lucy Boynton , Ewan McGregor , Barbara Flynn , Matyelok Gibbs
duração: 92 min
gênero: Drama
(escritora de livros infantis dia 18/04 é o Dia Nacional do Livro Infantil)

27/04 - O Livro de Cabeceira
França, Inglaterra, Holanda, Luxemburgo, 1996
título original: The Pillow Book
direção: Petter Greenway
atores: Vivian Wu, Ken Ogata, Ewan McGregor
Gênero: Drama, Romance
Duração: 126 min.

Cláudia Regina Telles/Ateliê Clara Lua Cheia
(47) 91594220/claraluacheia@yahoo.com.br
Blog http://www.escritasfemininas.blogspot.com/